DRA. PAULA BRUM

Gerontóloga Doutora em Treino de Memória

Quem sou eu

member

Meu nome é Paula Schimidt Brum. Sou formada em Gerontologia pela Universidade de São Paulo (USP). Fiz meu mestrado no Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP. E meu doutorado pelo Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina da USP.


Me apaixonei por treino de memória e estimulação cognitiva no primeiro ano da faculdade e acredito que meu grande diferencial é que aliei a parte prática (já são mais de 10 anos estagiando e trabalhando com profissionais renomados nesta área) a parte teórica. Ao longo desses mais de 10 anos tive a oportunidade de trabalhar com idosos saudáveis, com Comprometimento Cognitivo Leve, idosos bipolares, depressivos, e ansiosos, e idosos com diagnóstico de Doença de Alzheimer, demência por Corpúsculos de Lewy, demência Vascular, demência Fronto-Temporal, e Parkinson.


Com a prática adquiri experiência, mas tem sido na pesquisa que tenho estudado mais insistentemente as diferentes técnicas de memorização, as diferenças de terapias, as melhores técnicas para cada dificuldade cognitiva e como utiliza-las dependendo do perfil cognitivo de cada participante. Assim fiz minha iniciação cientifica com o tema: treino de memória para idosos saudáveis e Comprometimento Cognitivo Leve, olhando aqui como o treino em categorização e imagem mental influenciava o desempenho dos participantes nos testes e em tarefas do cotidiano.


Meu mestrado também foi baseado em treino de memória, investigando novamente idosos saudáveis e com Comprometimento Cognitivo Leve, buscando entender sua ligação com biomarcadores sanguíneos. E mais recentemente, finalizei meu doutorado também em treino de memória, mas agora estudando especificamente a memória operacional (usada para realizar cálculos mentais, durante uma conversa,...). Tive a oportunidade de fazer parte deste doutorado na Università degli Studi di Padova, na Itália, período em que realizei outros cursos: um específico para idosos saudáveis e outro para idosos com demência.


Fico muito feliz de, a cada ano, me tornar mais especialista nessa área que tem crescido exponencialmente desde a minha formação na graduação e prometo não parar por aqui!

Clique aqui para ver meu currículo na plataforma Lattes.

Trabalhos Recentes

ARTIGOS PUBLICADOS

BRUM PS., BORELLA E., CARRETI B., GUIDOTTI E., YASSUDA MS. Working Memory Span Task: Validation study of two Brazilian alternate versions. International Journal of Geriatric Psychiatry, 2017. 10.1002/gps.4836

SANTOS, GLENDA DIAS; NUNES, PAULA VILLELA; STELLA, FLORINDO; BRUM, PAULA SCHIMIDT; YASSUDA, MONICA SANCHES; UENO, LINDA MASSAKO; GATTAZ, WAGNER FARID; FORLENZA, ORESTES VICENTE. Multidisciplinary rehabilitation program: effects of a multimodal intervention for patients with Alzheimer’s disease and cognitive impairment without dementia. Archives of Clinical Psychiatry (São Paulo), v. 42, p. 153-156, 2015.

Yassuda, M.S; Camargo MC; BRUM, P. S.; bento T; Spindola L. Working memory training: Effects on cognition and psychological well-being of seniors without dementia and depression. Alzheimer's & Dementia , v. 11, p. 462, 2015.

BRUM, Paula; YASSUDA, Mônica; FORLENZA, Orestes. Subjective memory and strategy use in mild cognitive impairment and healthy aging. Psychology & Neuroscience (Impresso), v. 6, p. 89-94, 2013.

ARTIGOS PUBLICADOS

VIOLA, Luciane F.; NUNES, Paula V. ; YASSUDA, Mônica S.; APRAHAMIAN, Ivan; SANTOS, Franklin S.; SANTOS, Glenda D.; BRUM, Paula S.; BORGES, Sheila M.; OLIVEIRA, Alexandra M.; CHAVES, Gisele F. S.; CIASCA, Eliane C.; FERREIRA, Rita C. R.; PAULA, Vanessa J. R. DE; TAKEDA, Oswaldo H.; MIRANDEZ, Roberta M.; WATARI, Ricky; FALCAO, Deusivania V. S.; CACHIONI, Meire ; FORLENZA, Orestes V. Effects of a multidisciplinar cognitive rehabilitation program for patients with mild Alzheimer's disease. Clinics (USP. Impresso) , v. 66, p. 1395-1400, 2011.

BRUM, P.S., FORLENZA, O. V.; Yassuda, M.S . Treino cognitivo em idosos com Comprometimento Cognitivo Leve: impacto no desempenho cognitivo e funcional. Dementia & neuropsychologia, v. 3, p. 124/-131, 2009.

CAPÍTULOS DE LIVROS PUBLICADOS

BRUM, P. S.; YASSUDA, MONICA S. Tratado de Geriatria e Gerontologia. 4. ed., 2016. v. 1.

YASSUDA, Mônica S. ; BRUM, Paula S. Neuropsicologia Hoje. 2. ed. Porto Alegre: ARTMED, 2015. v. 1. 336p.

BRUM, Paula S. Estimulação cognitiva para idosos - ênfase em memória. 1. ed. São Paulo: Atheneu, 2013. v. 1.

BRUM, P. S.; Yassuda, M.S. Doença de Alzheimer: uma perspectiva do tratamento multiprofissional. 1. ed. São Paulo: Atheneu, 2012. v. 1.

FATOS SOBRE A MEMÓRIA

Clique no ícone nas imagens para ver os artigos completos.

  • Cognição é o processo no qual se adquire conhecimento. Esse processo depende de ferramentas denominadas habilidades cognitivas.

    Cognição

    Cognição é o processo no qual se adquire conhecimento. Esse processo depende de ferramentas denominadas habilidades cognitivas.

  • O processo de envelhecimento tem inicio no nascimento e seu final com a morte.

    Envelhecimento e Velhice

    O processo de envelhecimento tem início no nascimento e seu final com a morte.



  • Talvez sua queixa de memória não esteja diretamente ligada à memória. Muitas das queixas relacionadas a memória são ocasionadas por perdas em outras funções cognitivas.

    É a memória?

    Talvez sua queixa de memória não esteja diretamente ligada à memória. Muitas das queixas relacionadas a memória são ocasionadas...

  • Essa queixa é mais comum do que parece, e ela por si, não é um indicativo de que sua memória anda muito mal.

    Queimei a panela!!

    Essa queixa é mais comum do que parece, e ela por si, não é um indicativo de que sua memória anda muito mal.


  • Todas as pessoas com a mesma idade que eu estão melhores de memória.

    A memória dos outros

    Todas as pessoas com a mesma idade que eu estão melhores de memória.



  • Pessoas com mais de 60 anos podem ser divididas em três grandes grupos: (1) aqueles com preservação tanto nas atividades do cotidiano quanto em testes neuropsicológicos...

    Perfis Cognitivos

    Pessoas com mais de 60 anos podem ser divididas em três grandes grupos...



  • Qualquer pessoa que sinta a necessidade de melhorar esta habilidade cognitiva.

    Quem deve fazer treino de memória?

    Qualquer pessoa que sinta a necessidade de melhorar esta habilidade cognitiva.



  • Esses são termos usados como similares, mas são diferentes.

    Treino de Memória e Estimulação Cognitiva

    Esses são termos usados como similares, mas são diferentes.



  • Se você já passou dos 60 anos de idade este é um ótimo investimento.

    Quando fazer o treino de memória e a estimulação cognitiva

    Se você já passou dos 60 anos de idade este é um ótimo investimento.


Como funcionam as sessões

As sessões de treino acontecem uma vez por semana, na forma individual ou em grupo. Na modalidade individual as sessões duram, em média, 60 minutos cada, enquanto na modalidade grupal a média de duração é de 90 minutos cada. Durante as sessões os participantes realizam exercícios para melhorar a habilidade ou amenizar a perda da habilidade em que mostram dificuldade. Aprendem estratégias para amenizar a perda de memória, e recebem informações sobre os diversos tipos de memória e habilidades cognitivas. O espaço também permite que a pessoa retire duvidas sobre envelhecimento e habilidades cognitivas.



Para Profissionais

Se você tem interesse em discutir artigos, se atualizar, ou mesmo entender melhor sobre o treino de memória e a estimulação cognitiva entre em contato. São duas modalidades: APRENDIZ, para aqueles que gostariam de acompanhar, durante quatro meses, as sessões de treino de memória auxiliando os participantes a realizar as atividades e observando as diversas situações que ocorrem ao longo das sessões; e SUPERVISÃO, que corresponde a sessões individuais ou grupais em que o participante retira dúvidas pontuais para prosseguir o atendimento que esta realizando em outro local.

Como me encontrar

Atendo em:Rua Cubatão 86, Conjunto 1104, Bairro ParaísoSão Paulo, Brasil


dra.paulabrum@gmail.com